Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Greve: Em Placas Alunos do Ensino Médio entram em greve por falta de Professores



Os Alunos do Ensino Médio de Placas iniciaram uma Manifestação nesta Terça feira dia 16 de Agosto de 2016 com inicio às 05:30 da manhã, quando uma equipe do Movimento Estudantil do Ensino Médio do Município de Placas, pegou a chave da escola e colocou as faixas iniciando a manifestação. A comissão dos alunos é formada pelos presidentes de turmas dos 1°, 2° e 3° anos, que representam mais de 650 alunos que estão sendo prejudicados pelas péssimas condições do Ensino Médio de Placas.

Após varias tentativas com o Governo Estado para a contratação de professores e servidores, onde os alunos e a direção da Escola protocolaram vários ofícios na 12ª URE e entregaram ofícios a várias autoridades, inclusive ao Vice Governador Zequinha Marinho, Vereadores e a Secretaria de Educação do Município de Placas também protocolaram vários ofícios na SEDUC, mas sem perspectivas de melhora os alunos iniciaram a manifestação.

Os alunos entraram em ESTADO DE GREVE POR TEMPO INDETERMINADO, onde no primeiro momento fecharam a Escola Tancredo Neves, paralisando todas as atividades do Ensino Fundamental e Médio, Bloquearam a Avenida Perimetral Sul em frente à escola por medida de Segurança, e Caso não sejam atendidos em 24 Bloquearão a Transamazônica por tempo indeterminado. Os motivos principais que levaram a esta decisão foram:

1 – Faltam professores em todas as Turmas do Ensino Médio, O que impossibilita a conclusão do Ano letivo, e pode levar a reprovação a maioria dos Alunos. O Estado Garantiu contratar profissionais, mas apenas demitiu os que o município tinha, iniciou a contratação através do Banco de Talentos da SEDUC, mas até agora os professores não apareceram. E até o presente momento não foi apresentado nenhuma PROPOSTA pelo Governo do Estado ou SEDUC para a conclusão do ano letivo;

2 – Faltam Secretários Escolares, Vigilantes, Serventes e merenda escolar para o ensino Médio.

3 – O Ensino Médio não tem um prédio próprio, pois o município se apropriou da escola, pois após 18 anos de abandono, o município reformou e assumiu a Escola e deu o prazo de 01 ano para o Estado Construir um prédio próprio e Desocupar as salas de aula que estão sendo utilizadas. O prazo termina em 31 de Dezembro de 2016.

4 – O sistema de notas do Ensino Médio, é automático e garante a conclusão do Ano Letivo com até 3 matérias Reprovadas, mas estão faltando mais de 3 matérias para todas as turmas, o que pode acarretar em uma reprovação geral dos Alunos.

Pitaco do Blogueiro:
Fico muito feliz em ver a juventude abrir os olhos e lutar por seus Direitos, um direito garantido pela Constituição Federal que é a  Educação, O Governo do Estado criou o Banco de Talentos, que é um processo seletivo que regulariza a contratação de profissionais da Educação, mas que é lento e não garante que o profissional venha para o município, diferente do Concurso Público, onde o profissional escolhe a localidade que quer atuar e é obrigado a atuar no local para onde fez a prova.
Essa manifestação não é a primeira, pois já foram feitas manifestações em 2010, 2012 e 2014, e quando vence o contrato dos professores o problema volta a acontecer, e uma nova turma de alunos é prejudicada.
Os alunos estão de Parabéns pela manifestação, e que o Estado resolva logo essa situação que não é só em Placas, mas em toda a região. Problema esse que prejudica os alunos quando os mesmos vão fazer a prova do ENEM, pois são obrigados a concluir matérias do período de um ano em apenas três ou quatro meses, e isso prejudica o rendimento escolar e é desumano com os alunos e professores.












Nenhum comentário:

Postar um comentário