Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Jogador Placaense Danubio Silva é contratado pelo Dynamo Dresden da Alemanha

Danúbio com a camisa do Goytacaz F. C.
Neste domingo dia 29 de Maio conversei através das redes sociais com jovem Plaquense Danúbio Silva dos Santos de 22 anos, que já esta na história do município como o Plaquense que foi mais longe no Futebol, o mesmo começou a jogar futebol no município de Placas, e disputou os primeiros campeonatos na quadra Carlos Lázaro, onde segundo relatou "teve o privilegio de aprender muito," foi para Manaus onde jogou em alguns clube da base dos time de lá ate jogar profissionalmente pelo nacional Borbense time do interior do amazonas, de lá foi para o Rio de Janeiro onde ficou pouco período no time do Goytacaz, onde foi visto por olheiros do Futebol Alemão, e foi contratado para jogar no Dynamo Desden, time que jogou e conquistou a terceira divisão do Campeonato Alemão na temporada 2016.

O jovem Danubio Silva chegou na Alemanha neste domingo (29) e agora trabalhar e ser adaptar pois tem um mês de adaptação antes de iniciar a temporada 2016/2017, atualmente os demais atletas e comissão técnica estão de férias após a conquista da 3ª divisão do Campeonato Alemão.
Danúbio no Nacional Borbense de Manaus
Nesta temporada o time lutará para conquistar o acesso e voltar a elite do Futebol Alemão, e o jovem Danúbio está decidido a fazer história e ajudar o seu time a ser novamente um dos grandes da Europa.

Danúbio enviou uma mensagem a todos os amigos e familiares de Placas.
"Só tenho agradecer pelo carinho de todos e tudo vai da certo, e logo logo estarei em time de grande expressão dando esse orgulho ao povo placaens. E no fim do ano estou ai passar uma semana de férias,  pois tem quatro anos que não vou ai por que estou correndo atrás desse sonho e trabalhando sempre."

Danúbio em Treinamento.
Eu, particularmente estou muito feliz com a trajetória do jovem Danúbio, pois sou um dos Placaenses que o vi crescer, fui seu professor de informática e conheço toda a sua família em Placas, imagino o tão grande orgulho e felicidade que este jovem está proporcionando para toda a sua família. Fica aqui o meu Parabéns ao amigo Daniel Tantam, Dalciria, e a todos os descendente da família do Sr. Arnold e do Saudoso João Danga, que estão transbordando de orgulho e alegria.
A familia Placaense com certeza está na torcida para que este jovem cresça e leve o seu nome longe e o nome de nossa Cidade.
Estarei acompanhando e postando neste Blog a trajetória de Danúbio Silva, o maior atleta Plaquense, e o que foi mais longe até o presente momento.

Conheça o Dynamo Dresden

Dynamo Dresden Campeão da Liga da 3ª Divisão Alemã
Quando se está em Dresden, uma das cidades mais marcantes da antiga Alemanha Oriental, é praticamente impossível não perceber que aquele é o berço do Dynamo Dresden, até hoje lembrado como o mais forte representante do oriente alemão no futebol até a queda do Muro de Berlim.
A relação entre o Dynamo e o povo de Dresden é tão forte que, durante o jogo Estados Unidos e Brasil, pela Copa do Mundo de futebol feminino, o público presente ao Glücksgas Stadion repentinamente entoou cantos de homenagem ao próprio clube: "Dy-na-mo, Dy-na-mo", insistiam. Há de se compreender o orgulho elevado: afinal, após cinco anos entre a terceira e o que pode ser chamada de quarta divisão, o clube voltou para a divisão de acesso à Bundesliga, a elite do futebol nacional.
Camisa do Dresden
Para a população de Dresden, ver o time forte faz bem à autoestima de quem, em fevereiro de 1945, foi destruída por bombardeios do exército americano. Pouco sobrou, e até o estádio do Dynamo precisou ser reconstruído. Ao longo dos anos, os fãs do clube se acostumariam a assistir a grandes momentos de baixas e reviravoltas, o que só fez crescer esse sentimento de paixão. Pela performance nas arquibancadas, os torcedores se notabilizariam como um dos mais vibrantes do futebol alemão, um reconhecimento que recebem até os dias atuais.
Patrocinado pela Volkspolizei, a polícia da Alemanha Oriental, o Dynamo surgiu poderoso no início dos anos 50 e foi formado por jogadores que pertenciam a outros clubes ligados às forças policiais. Tamanho foi o sucesso, campeão alemão de 1953, que os talentos foram todos levados à capital, onde surgiria o Dynamo Berlin. Em Dresden, anos e anos teriam de se passar para o que o Dynamo fosse forte novamente.
Entre as décadas de 70 e 90, o clube se notabilizou como vencedor, revelador de talentos como o zagueiro Mathias Sammer e a grande referência da Alemanha Oriental em relação ao futebol. Com a queda do Muro de Berlim, entretanto, foi murchando como todos os times do oriente alemão. Prova disso é que, na próxima edição da Bundesliga, em 2011/12, nenhum clube do oriente fará parte da elite. Hansa Rostock e Energie Cottbus, com participações pontuais, foram os mais assíduos na primeira divisão.
Torcida apaixonada pela equipe sempre lota o estádio
O Dynamo Dresden também fez parte desse processo e, desde 1994, passa distante da Bundesliga, o que não o impediu de continuar muito próximo dos torcedores. É praticamente impossível caminhar por Dresden e não notar menções ao clube da cidade espalhadas por todo canto. Conhecidos pelo radicalismo, os fãs mais exaltados são capazes até de pichar muros, por exemplo, quebrando um protocolo de educação tão básico dos alemães.
Atualmente, esse instinto está ainda mais aflorado. Com o terceiro lugar na última temporada da terceira divisão, e uma vitória contra o VFL Osnabrück nos playoffs, o Dynamo Dresden voltou ao campeonato de acesso à elite. Um momento de orgulho e esperança para quem se acostumou a tantos altos e baixos no futebol. Especialmente para uma torcida que nem sempre cobrou vitórias para amar o time. 


Estádio do Dynamo Dresden







domingo, 29 de maio de 2016

Acidente envolvendo moto e carro da Sema do município de Placas com um saldo de uma vitima em estado grave

Na tarde de Sábado (28) um acidente grave envolvendo um carro da SEMA do município de Placas e uma moto levou mais uma vitima para o PSM
Segundo as informações colhidas por nossa equipe de reportagem, o sinistro aconteceu pela parte da tarde, na Francisco Correia com Siqueira Campos , o condutor da motocicleta foi socorrido pelo SAMU em estado grave encontra-se na reanimação do PSM.
As informações sobre o sinistro são de que o motorista do carro teria invadido a preferencial atingindo o motoqueiro. A equipe do BOAT se deslocou até o local para fazer o levantamento de solo.
Fonte : Elias Junior Noticias

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Placas - Moradores do da vicinal do km 157 denuciam pessimo estado das vicinais

Foto do Celular de um agricultor
Recebi pelas Redes Sociais o pedido de socorro um grupo de moradores da região do Novo Paraíso, região essa que pertence ao município de Placas na BR 163, segundo me informaram os moradores a região está completamente abandonada por partes das autoridades de Placas, e a vicinal em que moram está completamente intrafegável, pois enormes Crateras na Ladeira do Brancão no travessão do km 157 impede o transito de veículos e faz com que andar de motocicleta seja muito arriscado. Segundo fui informado os moradores da vicinal trabalharam de enxadão para tapar essa enorme cratera, mas o reparo manual além de ser muito cansativo, surte pouco efeito, pois qualquer chuva faz com que a cratera aumente e corta a estrada, os agricultores clamam por pelo menos um simples reparo que dê acesso a veículos, na referida vicinal, pois a mesma é um polo de produção de pimenta e criação de gado, e com a estada nessas condições não tem como retirar os produtos e reses para a comercialização, a não ser na garupa de motocicletas ou a cavalo.
Fica aqui a matéria de apoio aos moradores da região da BR163, os amigos das vicinais do 140 e suas várias comunidades, 145, 151, 157, Galvão, Codó e da Comunidade Novo Paraíso, que clamam por estradas e um pouco mais de atenção do poder público municipal com aquela região de gente batalhadora e persistente. Fica aqui o meu simples apoio através dessas poucas linhas, e que o problema de acesso seja solucionado, sendo que este é apenas mais um dos problemas que agravam naquela região, pois tem muita coisa a ser melhorada e implantada em toda a sua extensão, espero que o problema seja brevemente solucionado, e que a gestão municipal tenha um pouco mais de atenção e implante os serviços públicos necessários para melhorar a vida daquele povo maravilhoso da região da Santarém/Cuiabá.


Foto do Celular de um agricultor

Foto do Celular de um agricultor

Foto do Celular de um agricultor

Foto do Celular de um agricultor

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Faleceu o Pioneiro João Danga no dia do trabalhador rural

João Danga
Neste dia 25 de Maio comemora-se o dia do trabalhador Rural. E o Município de Placas chora a perda de um de seus maiores agricultores. Por volta das onze horas da manhã deste dia 25 de maio de 2016 faleceu o Sr. João Soares Sobrinho conhecido em toda a região como Sr. João Danga.
João Danga chegou na Transamazônica em setembro de 1976 com sua família, recebeu do Incra uma Gleba de 500 Hectares na Vicinal do km 235 Norte, a qual denominou de Fazenda Bela Vista. Local este em que trabalhou incansavelmente na criação de Gado e produção de Cacau. João Danga era um dos maiores produtores de Cacau do município de Placas, e lutou por aproximadamente 30 anos contra o câncer, mas sempre trabalhando severamente em sua propriedade.

João danga deixa Viúva a Dona Senhora (Maria Soares da Silva), deixa Nove Filhos, Dezessete Netos e quatorze Bisnetos. Fica aqui a nossa homenagem do dia 25 de Maio a esse grande Trabalhador Rural, a essa pessoa que abria mão do lazer, de feriados, e de um simples descanso para estar trabalhando em suas lavouras de cacau ou cuidando de seu rebanho, enfrentou muita lama, poeira, chuva e sol forte, enfrentou o descaso e o abandono das autoridades com nossa região, mas mesmo assim nunca desistiu de lutar.


Sua morte não apagará de nossas memórias a imagem de um homem que mesmo idoso insistia em todo dia trabalhar, muitas vezes eu ouvi pela boca de muitas pessoas a seguinte frase; "Esse Homem Nunca descansa," "será que vale a pena trabalhar tanto?" E João Danga hoje descansou, mas provou que vale a pena trabalhar sim, pois o trabalho dignifica o homem, e para todos os filhos de Placas fica o exemplo de humildade, trabalho e perseverança, e graças ao seu trabalho permanecerá viva a sua memória, e seu legado fica na família, filho, netos e bisnetos, a Grande família do Senhor João Danga, que veio a óbito do seu dia, dia do trabalhador rural.

Muitas vezes desrespeitado e desvalorizado, o trabalhador rural no Brasil é tido as vezes como marginal. Mesmo com o amparo da Lei nº 5.889/73, regulamentada pelo Decreto nº 73.626/74 e presente no artigo 7º da Constituição Federal/88, o trabalhador rural enfrenta inúmeras dificuldades para manter-se no campo, dignamente, pois em Placas e região a agricultura familiar vem sendo o alicerce da economia, pois garante o sustento de grande parte da população.

Mesmo assim os agricultores de Placas matam um leão por dia para poder trabalhar mas sempre perseveram, pois a falta de manutenção das estradas vicinais, é pouca a assistência técnica, falta investimentos em capacitação, mas sobra fiscalização e repressão por parte das três esferas de governo, que é a única atuação que mais presenciamos, fiscalização e perseguição ambiental, e de outros orgãos de controle, sem respeitar as péssimas estradas e as faltas de condições de trabalho no campo.
Propriedade Rural no inicio da colonização
O trabalho rural é a atividade econômica que acontece em meio agrícola, pecuário, de reflorestamento ou corte de madeira. É considerado trabalhador rural toda pessoa que presta serviços no campo regularmente. Instituído por meio da Lei nº 4.338, de 1º de maio de 1964, no dia 25 de maio comemora-se o dia desse profissional. Neste dia, em 1963, aos 42 anos, o deputado federal Fernando Ferrari (PTB) – reconhecido como o parlamentar que mais se dedicou às questões sociais do trabalhador rural ‑ faleceu em trágico acidente aéreo. O dia da sua morte foi transformado em uma data emblemática para a categoria.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Dia 25 de Maio, dia da Indústria

O Dia da Indústria é celebrado anualmente em 25 de maio.
Nesta data a homenagem é destinada aos espaços de produção de maior representação para as economias nacionais: as indústrias.
Também conhecidas como o “Setor Secundário” de um país, as indústrias podem abranger os mais variados tipos de mercados, desde os alimentícios até os de vestuário, por exemplo.
O Brasil começou a ser industrializado a partir do governo do presidente Getúlio Vargas, mas apenas com Juscelino Kubitschek as indústrias estrangeiras começaram a se instalar no Brasil, fazendo com que a economia do país aumentasse.
Atualmente, a indústria está intrinsecamente inserida nas sociedades globais, sendo impossível imaginar a vida contemporânea sem este setor.
No Brasil temos o Ministério da Indústria, Comercio Exterior e Serviços que atua em defesa do comercio e apoia iniciativas para a geração de empregos no setor. Pasta essa que é dirigida pelo Ministro Marcos Pereira (PRB).
Pitaco do Blogueiro:
Em Placas temos várias Indústrias, tais como as de Laticínios, Indústrias madeireiras, Cerâmicas e etc, Indústrias essas trabalham sem o menor incentivo ou apoio por parte dos órgãos públicos, que ao invés de apoiar de alguma forma apenas fiscalizam e as vezes perseguem.
Ministro Marcos Pereira e Eu, em uma reunião em Belém
O único ato de apoio do qual eu tenho conhecimento partiu do então prefeito Saudoso Daniel Capitani, que incentivou a instalação de Indústrias madeireiras e do agronegócio no município de Placas, chegando até a doar um terreno em comodato para uma indústria se instalar no município. E, por incrível que pareça, essa indústria é a única remanescente das demais e está a mais de 14 anos gerando emprego e renda em nosso município. Mas as marcas da perseguição são recentes, pois alguns parlamentares já tentaram rescindir o contrato e expulsar a empresa do terreno antes do prazo final do comodato, ato este que repudio e acho um absurdo, uma incompetência, uma enorme burrice, pois temos mais é que incentivar a instalação de novas empresas em nosso município, gerar mais emprego e renda é o que precisamos, e não de atitudes tão deploráveis quanto estas.
Ou será que estão é envergonhados e tentando apagar da história do município este ato tão louvável do então prefeito Daniel Capitani? Vale ressaltar que Capitani mesmo sendo semi analfabeto era um visionário, e previu de antemão o desenvolvimento do município atravéz da industria e do agronegócio, que ele sirva de exemplo para os demais.
Eu, particularmente defendo que o município compre uma grande área no entorno da cidade e crie um parque industrial, e tenha políticas públicas voltadas para atrair investidores e gerar emprego e renda para a população placaense. Pois nosso povo nunca se cansa de sonhar e batalhar por dias melhores e sonha com um município desenvolvido e com uma cidade bonita e digna de viver.
Vamos defender esse setor, pois mais do que transformar matéria prima em produtos, a indústria colabora decisivamente para o desenvolvimento econômico e social, pois gera economia e ajuda a promover a qualidade de vida quando é uma empresa ecologicamente correta.

Origem do Dia Nacional da Indústria

O dia 25 de maio foi escolhido como Dia da Indústria em homenagem ao patrono da indústria nacional, Roberto Simonsen, que faleceu em 25 de maio de 1948.
Roberto Simonsen foi um engenheiro, industrial, administrador, professor, historiador e político, além de membro da Academia Brasileira de Letras – ABL. Além disso, Simonsen era presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).


Estado abre mais de duas mil vagas em concurso da PM


O Governo do Pará publicou, no Diário Oficial do Estado do último dia 20 de maio, o edital do concurso público que dá continuidade à política de renovação do quadro efetivo de servidores da Polícia Militar. Serão abertas 2.194 vagas, distribuídas para dois mil soldados (200 para o sexo feminino), 160 para oficiais e outras 34 para a área de saúde (oficiais). Para concorrer às vagas é necessário ter concluído, no mínimo, o Ensino Médio.

As provas serão aplicadas em quatro municípios: Belém, Santarém, Marabá e Altamira. A primeira etapa será na data provável do dia 31 de julho de 2016, das 8h às 12h (horário de Belém). Serão questões objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os candidatos. As outras etapas serão a avaliação de saúde, o teste de avaliação física e, por fim, a avaliação psicológica.
As inscrições poderão ser feitas no site www.portalfadesp.org.br, no período de 24 de maio a 23 de junho, com taxas no valor de R$ 70 para o cargo de soldado, R$ 80 para oficial e R$ 100 para oficial na área de saúde. A organizadora do concurso é a Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisa (Fadesp).

Para se inscrever no concurso, o candidato deverá ser brasileiro, ter idade mínima de 18 anos na data de matrícula do curso e máxima de 30 anos no último dia de inscrição no concurso; ter concluído o Ensino Médio até a data de matrícula no Curso de Formação de Praças da PM; estar em dia com as obrigações eleitorais e militares; gozar de saúde física e mental; não ter antecedentes criminais; ter altura mínima de 1,65 metro, para homens, e 1,60 metro, para mulheres; ter reputação ilibada na vida pública e privada; ter sido licenciado da organização militar a que serviu com, no mínimo, comportamento bom; e ser habilitado para conduzir veículos automotores.

Por um período de um ano, os candidatos aprovados participarão do Curso de Formação de Praças e Oficiais. Durante o Curso de Formação de Praças, o aluno soldado receberá remuneração de R$ 788, e após a conclusão, de R$ 2.836,80. Já durante o Curso de Formação de Oficiais, o aluno receberá remuneração de R$ 1.005,71. Na condição de aspirante a oficial, ele permanecerá com o mesmo vencimento. Durante e após a conclusão do Curso de Adaptação de Oficiais, o oficial aluno (área de saúde) receberá remuneração de R$ 5.781,31. Todos os cargos farão jus ao auxílio-alimentação mensal no valor de R$ 650, durante e após a conclusão do curso.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Estamos de Olho - Prefeitura de Placas e SEME realizam Processos Licitatórios

Realizei uma breve pesquisa hoje na Imprensa Oficial do Estado do Pará e encontrei a divulgação de alguns processos licitatórios da Prefeitura Municipal de Placas e da Secretaria Municipal de Educação. Esses processos obrigatoriamente são divulgados no Diário Oficial, mas muitas das empresas do município de Placas não tem acesso, ou não se interessam em participar.

Vele lembrar que todo processo Licitatório é público e qualquer cidadão pode assistir, e deve ser fiscalizado pela câmara municipal de vereadores de Placas, mas se você for acompanhar algum pregão, dificilmente vai encontrar algum parlamentar acompanhando. Mas fica a divulgação desse  seu amigo de hoje e sempre, pois sempre que eu tiver um tempinho estarei postando informações sobre Placas e região.

A Secretaria Municipal de  Educação abre processo licitatório para o contratação de empresa para o fornecimento de passagens aéreas intermunicipais e interestaduais destinados a SEME. Contratação de Empresas para fornecimento de Materiais de Construção, e contratação de empresa para a realização de transporte escolar dos alunos da rede municipal de ensino.

A Prefeitura Municipal de Placas insere termo aditivo no contrato 16.06.2016 de R$ 132.499,29, do fundo municipal de Saúde de Placas-Pa, com inexigibilidade de licitação, e abre processo licitatório para contratação de empresa para o fornecimento de passagens aéreas terrestres intermunicipais destinados a PMP, FMS E FMAS. Contratação de Empresas para realizar Serviços de Impressos Gráficos, Contratação de Empresa para o fornecimento de Material de Informática, Contratação de Empresa para o fornecimento de Tecidos, Contratação de empresa ou pessoa fisica para a locação de veículo destinado a SELCTUR. Os prazos e datas podem ser consultados nas imagens abaixo.




Altamira e Vitória do Xingu começam a receber compensação financeira por geração de Belo Monte

Foto: Osvaldo de Lima

Com o início da geração comercial de energia elétrica da usina de Belo Monte, os municípios de Altamira e Vitória do Xingu, sudoeste do Pará, devem começar a receber a partir de junho a Compensação Financeira pelo Uso dos Recursos Hídricos (CFURH).

Belo Monte começou a gerar energia comercialmente em 20 de abril, com a entrada em operação da Casa de Força Principal, no Sítio Belo Monte, que já está gerando 611,1 MW. Uma semana depois, entrou em operação uma unidade geradora da Casa de Força Complementar, no Sítio Pimental, com geração comercial de 38,8 MW. Os municípios devem receber pelas duas máquinas em operação, o que dá cerca de R$ 350 mil reais mensais para cada um. Com as novas receitas reforçando seus “caixas”, prefeituras e governos podem investir em melhorias da qualidade de vida.

Até 2045, a receita anual extra para a prefeitura de Altamira será de aproximadamente R$ 66 milhões com a Compensação Financeira pelo Uso dos Recursos Hídricos (CFURH). Do início das obras até janeiro de 2016, Altamira já recebeu da Norte Energia mais de R$ 1 bilhão apenas em ações socioambientais do Projeto Básico Ambiental (PBA), da Hidrelétrica Belo Monte. A título de comparação, este valor corresponde a quatro (4) vezes o valor do orçamento de 2015 da prefeitura do município, de R$ 237 milhões, aprovado pela Câmara de Vereadores.

Já para Vitória do Xingu, a receita anual extra para a prefeitura com a Compensação será de R$ 61 milhões. O recolhimento da Compensação Financeira pelo Uso dos Recursos Hídricos (CFURH) para as prefeituras será até 2045, prazo de concessão do empreendimento. A CFURH beneficiará também o governo do Pará e a União.

Fonte: http://oxingu.com/

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Dia do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem é comemorado hoje

Auxiliares e Técnicos de enfermagem representam o maior número de funcionários do quadro de colaboradores da Saúde de Placa, fica aqui os mais sinceros Parabéns desse humilde blog, a todos os que ajudam a cuidar da saúde de nosso maravilhoso Povo de Placas. 

 Conheça um pouco da história dessa maravilhosa e tão necessária profissão.



 Florence Nightingale – Dama da Lâmpada
Nascida a 12 de maio de 1820, em Florença, Itália,
possuía inteligência incomum, tenacidade de propósitos,
determinação e perseverança - o que lhe permitia
dialogar com políticos e oficiais do Exército, fazendo
prevalecer suas idéias. Dominava com facilidade o inglês,
o francês, o alemão, o italiano, além do grego e do latim.
Viajou pelo mundo e conheceu várias instituições da época
especializadas na prática do cuidado, trabalhou em algumas
como em Kaiserswert, Alemanha, entre as diaconisas. Seu
79; GIOVANINI, 1995; GARCIA; NEVES; CAMARGO, 2009).

Durante os combates da Guerra da Criméia, os soldados fizeram de Florence o seu anjo da guarda pois, de lâmpada na mão, percorria as enfermarias dos batalhões e acampamentos, atendendo os doentes, o que a fez ficar conhecida mundialmente como “A dama da Lâmpada” (PAIXÃO, 1979).

Ao retornar em 1856, adoentada pelo tifo, Florence recebe um prêmio em dinheiro do governo inglês, em reconhecimento ao seu trabalho. Ela usa o dinheiro e dá início à Primeira Escola de Enfermagem, fundada no Hospital Saint Thomas, em 1859, e que passou a servir de modelo para as demais escolas que vieram depois (PAIXÃO, 1979; GIOVANINI, 1995; GARCIA; NEVES; CAMARGO, 2009).
No Brasil, além do Dia do Enfermeiro, entre os dias 12 e 20 de maio, comemora-se a Semana da Enfermagem, data instituída em meados dos anos 40, em homenagem a dois grandes personagens da Enfermagem no mundo: Florence Nigthingale e Ana Néri, enfermeira brasileira e a primeira a se alistar voluntariamente em combates militares.


Desde os tempos do Velho Testamento, a profissão de enfermeiro já era reconhecida por aqueles que cuidavam e protegiam pessoas doentes, em especial idosos e deficientes, pois nessa época, tais atitudes garantiam ao homem a manutenção da sua sobrevivência. Nessa época e durante muitos séculos, a enfermagem estava associada ao trabalho feminino, caracterizado pela prática de cuidar de grupos nômades primitivos (PAIXÃO, 1979).

Com o passar dos tempos, as práticas de saúde evoluíram e, entre os séculos V e VIII,
a Enfermagem surge como uma prática leiga, desenvolvida por religiosos como se fosse mais um sacerdócio. Sendo assim, tornou-se uma prática indigna e sem atrativos para as mulheres da época, pois consideravam o trabalho como um serviço doméstico, o que atestava queda dos padrões morais que sustentavam, até então, o trabalho da enfermagem (PAIXÃO, 1979; GIOVANINI, 1995).

Mesmo com essa crise da profissão, a evolução do trabalho associado ao reconhecimento da prática, em meados do século XVI, a Enfermagem já começa a ser vista como uma atividade profissional institucionalizada e, no século XIX, vista como Enfermagem moderna na Inglaterra (PAIXÃO, 1979; GIOVANINI, 1995).



Ana Néri – Mãe dos Brasileiros
Ana Justina Ferreira nasceu em 1813, na Cidade de Cachoeira,
na Bahia. Sua vocação como enfermeira começou em meados de
1864, quando seus dois filhos, um médico militar e um oficial do
Exército, foram convocados para a Guerra do Paraguai (1864-1870).
Ana Néri não resiste à separação da família e coloca-se à disposição
do governo para ir à guerra, sendo considerada a primeira enfermeira
voluntária do Brasil (PAIXÃO, 1979; GARCIA; NEVES; CAMARGO, 2009).

A atuação de Ana Néri na guerra, junto aos feridos, foi incansável.
Desdobrou-se como enfermeira, ministrando medicamentos e
proporcionando alívio e conforto aos doentes.
Após cinco anos de guerra, Néri retorna ao Brasil e o Governo Imperial lhe
concede uma pensão, além de medalhas humanitárias e de campanha; e no período já republicano, o nome Ana Néri foi dado à primeira Escola de Enfermagem oficializada pelo Governo Federal, em 1923, pertencente à Universidade do Brasil. Ana Néri faleceu no Rio de Janeiro, em 20 de maio de 1880, aos sessenta e seis anos (PAIXÃO, 1979; GARCIA; NEVES; CAMARGO, 2009)

Durante séculos, a Enfermagem vem formando profissionais em todo o mundo, comprometidos com a saúde e o bem-estar do ser humano.

Referências
GARCIA, J,N; NEVES, M.L; CAMARGO, M.C. História da Enfermagem. In: MURTA, G.F. Saberes e práticas: Guia para Ensino e Aprendizado de Enfermagem. 5ª ed. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. Volume 1, cap.8, p.323-353.

GIOVANINI, T. et al. A história da enfermagem: Versões e Interpretações. Rio de Janeiro: Revinter, 1995.

PAIXÃO, W. História da Enfermagem. Rio de Janeiro:Júlio C. Reis Livraria, 1979.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

20 de Maio dia do Pedagogo

Venho através destas poucas linhas fazer uma justa homenagem a esses grandes profissionais da Educação do Município de Placas e Região. O pedagogo é o profissional que atua em processos relacionados ao ensino e aprendizagem. Seu trabalho está intimamente ligado ao do professor e é considerado como um apoio educacional.
Ele é especialista em educação e associa o aprendizado às questões sociais e à realidade em que o estudante se encontra. Desta forma, o pedagogo contribui para a qualidade do ensino e aprendizado, fortalecendo a construção do conhecimento.

Significado do nome pedagogo

pedagogo ô/
substantivo masculino
  1. 1.
    ant. escravo que acompanhava as crianças à escola.
  2. 2.
    pessoa que emprega a pedagogia, que ensina; mestre, professor.

O Dia Nacional do Pedagogo, ou simplesmente Dia do Pedagogo, é comemorado em 20 de maio.
A data, celebrada anualmente, homenageia os profissionais responsáveis por ajudar na educação, formação e aconselhamento de crianças e adolescentes.

Origem do Dia do Pedagogo

O Decreto de Lei nº 7.264, de 20 de Maio de 2010, proposto pelo Deputado Eduardo Gomes, institui o Dia Nacional do Pedagogo no país.
A data surge como uma oportunidade para discutir o papel da família e da escola no desenvolvimento das crianças, além de delimitar papéis de responsabilidade.

Frases e Homenagens para o Dia do Pedagogo

"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo" (Nelson Mandela)
"Ensina a criança o caminho que deve andar e ainda quando for velho, não se desviará dele" (Provérbios 22:6)
"Educar e educar-se, na pratica da liberdade, é tarefa daqueles que pouco sabem, por isto sabem que sabem algo e podem assim chegar a saber mais, em diálogo com aqueles que, quase sempre, pensam que nada sabem, para que estes, transformando o seu pensar, que nada sabem em saber que nada sabem, possa igualmente saber mais" (Paulo Freire).
"Ser pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande nas mãos. Talvez até mesmo o futuro..."



quarta-feira, 18 de maio de 2016

Grande caminhada do dia 18 de Maio

Alunos das Escolas Tancredo Neves, Almir Gabriel, Irani de Andrade e Ana Faleiro
Na manhã deste dia 18 de Maio de 2016, com o objetivo de mobilizar a sociedade Plaquense e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, a Prefeitura Municipal de Placas através da Secretaria Municipal de Assistência Social juntos com o Conselho Tutelar, Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente, CRAS, CREAS, Secretarias de Saúde, Educação, e outros parceiros mobilizaram uma caminhada pelo centro da cidade para incentivar a sociedade a fazer parte dessa luta e comemorar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Autoridades políticas e religiosas participaram da caminhada
A caminhada contou com centenas de pessoas e saiu da Escola Tancredo Neves passando pelas Avenidas Perimetral Sul e Norte da Cidade, Travessa Benigno e Rua Olavo Bilac, finalizando na Escola Almir Gabriel, onde teve lanches para a garotada, palestras e discursos de agradecimento por parte das autoridades presentes.




Os parceiros acima citados mobilizaram uma campanha que será realizada por toda a semana do dia 18 de Maio para orientar sobre o abuso e exploração sexual. Fato importante e que vale ressaltar essas parcerias e mobilizações, pois essa e uma situação muito delicada e que precisa da colaboracao de toda a sociedade para ser combatida.
Se você souber de algum abuso ou tiver alguma denuncia para fazer, faça bonito Denuncie.
Disque Denuncia Nacional. 
Telefone. 100
Em todas as escolas.
Professores, Orientadores ou diretores.
 Policia Militar
Telefone 190
Policia Rodoviaria Federal
Telefone 191
Conselho Tutelar de Placas
Padre Rudolfus, Raimundo (Cons. Tutelar) Wender (Cons. Direito) Eu (Gil Leite)
Telefone (93) 98116-6838

Por que 18 de maio?
Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

O que é violência sexual?
É a situação em que a criança ou o adolescente é usado para o prazer sexual de uma pessoa mais velha. Ou seja, qualquer ação de interesse sexual, consumado ou não.

É uma violação dos direitos sexuais das crianças e adolescentes, porque abusa ou explora do corpo e da sexualidade, seja pela força ou outra forma de coerção, ao envolver crianças e adolescentes em atividades sexuais impróprias à sua idade, ou ao seu desenvolvimento físico, psicológico e social.

Abuso x Exploração
A violência sexual pode ocorrer de duas formas distintas. Abuso sexual é qualquer forma de contato e interação sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente, em que o adulto, que possui uma posição de autoridade ou poder, utiliza-se dessa condição para sua própria estimulação sexual, da criança ou adolescente, ou ainda de terceiros, podendo ocorrer com ou sem contato físico.

Já a exploração se caracteriza pela utilização sexual de crianças e adolescentes com a intenção de lucro, seja financeiro ou de qualquer outra espécie. São quatro formas em que ocorre a exploração sexual: em redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual.

Prevenção
A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, e o acompanhamento da vítima e do agressor.

Denuncie
Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias militar, federal ou rodoviária e ligue para o Disque Denúncia Nacional, de número 100.

Você pode agir. Proteja nossas crianças e adolescentes. Faça bonito e disque 100. 











terça-feira, 17 de maio de 2016

Orislandia e o dia 18 de maio


18 de maio -  Dia nacional do combate e exploração sexual contra Crianças e Adolescentes.

Em nossa querida cidade de Placas a População já se habituou com o nome das maiorias das Ruas, hoje vou relatar uma rua em especial, cujo nome homenageia a memória de uma criança que se chamava Orislandia. Esta quarta feira dia 18 de maio - É o Dia nacional do combate a exploração sexual contra Crianças e Adolescentes. E em apoio a Campanha de enfrentamento e combate ao abuso e a exploração Sexual no Município de Placas, realizada pelo conselho municipal dos direitos da Criança e do Adolescente de Placas, faço essa postagem emocionado, porque é difícil não se emocionar ao lembrar daquela menina linda das bochechas rosadas, que estava sempre no campo comunitário ou na avenida perimetral oferecendo coxinhas.
Uma triste história que jamais será esquecida pelos que a vivenciaram, a história de uma criança linda, irradiante, que trabalhava pra ajudar a família, mas que nunca parava de sorrir, que nunca desanimava, e que cuja simpatia, alegria, e beleza pode tê-la levado a morte...

Conheça Orislandia

Criança e Adolescente


“Vivendo em Paz e Feliz”
Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente
Travessa Boa Esperança - Centro - Placas - PA.
“Criança e Adolescente”: Prioridade Absoluta.
Campanha de enfrentamento e combate ao abuso e a exploração sexual no Municio de Placas.

Breve histórico da Rua Orislândia

Localização: Nos Bairros: São Francisco, Centro e Otobelli
Cidade de Placas – Pará

     Orislândia foi uma garota estudante, filha de uma família humilde de Placas na década de 90 que, para ajudar sua família, economicamente instável, vendia salgados (quitutes), que eram feitos por sua mãe que os arrumavam organizadamente em uma forma (assadeira) de alumino, muito simples, más extremamente limpa e cobertos com um pano de cozinha de igual teor da vasilha que acondicionava os produtos.
     Ela estudava a 2ª série na Escola Tancredo Neves com a Profª Irani de Andrade Tomaela e em geral, nos fins de semana, o campo Otaviano de Macedo (hoje desativado) tinha nesta época campeonatos de futebol de campo muito disputado com a presença de várias equipes da área urbana e rural que aos domingos colocava a beira do campo singelo, más aconchegante, milhares de pessoas afoitas pela vitória de seu time.
     Aquele domingo era um domingo como todos os outros, o campo estava lotado, era uma tarde de verão nortista: calor, adrenalina em campo, gente para todo lado, dezenas de atletas fardados a espera do próximo jogo. Orislândia passava a toda hora na nossa frente, oferecendo seus quitutes, que em geral eram todos vendidos até o final de cada tarde de domingo. Os jogos acabaram, fomos todos pra nossas casas, involuntariamente em paz, sem saber do terrível ocorrido... Lembro me de esta deitado e de repente começar a ouvir pelo alto falante da Igreja Assembleia de Deus (hoje com outro prédio hodierno, más no mesmo lugar ao lado do posto Equador) o Irmão Murilo (que era Diácono da Igreja) avisa a toda hora, procura-se por uma garota chamada Orislândia que até aquela hora da noite ainda não tinha voltado para casa, e isso não aconteceu, para aflição da sua mãe, da população de Placas, ela simplesmente desapareceu por uma semana: sem noticias, sem pistas, ... Chegou o próximo sábado, 6 dias depois de seu desaparecimento, estava em casa com minha mãe e professora dela, Irani de Andrade, chega a terrível noticia: Alguém passando pelos caminhos que ligavam as poucas casas que tinham no que hoje é o Bairro Boa Esperança sentiu um mal cheiro e foi verificar: Achou seu corpo em decomposição, totalmente perfurado de arma branca, com fortes indícios que que ouve agressão sexual.. Foi um abalo municipal.. Seus restos mortais foram sepultados com muita emoção no cemitério municipal e até hoje não se tem uma certeza do mal feitor que foi personagem diabólico da maior ato de crueldade que Placas já vivenciou. Isso aconteceu em 1990 e jamais será esquecido pelos moradores pioneiros de Placas.

Histórico cedido por; LisvaldoTomaela (em 1990)
Professor da Prefeitura de Santarém - Pa
Então secretário da Liga Esportiva de Placas
Mesário dos jogos da tarde do ocorrido
Testemunha ocular da história narrada.
Obs: Pedimos desculpas caso alguns dados estejam desconforme com a realidade pelo tempo que ocorreu o fato narrado poderemos ter cometidos involuntariamente inverdade.

No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espirito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O  “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há quase 40 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.

Diferença entre Abuso e Exploração Sexual

O abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. As crianças, pelo seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato sexual ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. Já a exploração sexual é quando se paga para ter sexo com a pessoa de idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.

Denúncias

No Brasil  o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. Os dados mostram que, de março de 2003 a março de 2011, o Disque recebeu 52 mil denúncias de violência sexual contra este público, sendo que 80% das vítimas são do sexo feminino.
O Disque 100 funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100; e do exterior pelo número telefônico pago 55 61 3212-8400 ou pelo endereço eletrônico: disquedenuncia@sedh.gov.br.
A intenção do 18 de maio é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil.

domingo, 8 de maio de 2016

Feliz Dia das Mães!!!

8 de Maio 2016 - Falar das mães é falar de Deus, pois no coração delas está o verdadeiro amor. Amor que pode ser usado como exemplo, amor que se dá sem pedir recompensa. À todas as Mães, os meus mais sinceros Parabéns; muita saúde e paz nos seus corações. Que Deus continue iluminando as senhoras e senhoritas eternamente! Feliz Dia das Mães!
Nessas imagens deixo a minha homenagem a todas essas mães que direta ou indiretamente fazem parte de minha vida, e em nome de todas elas e nesses momento felizes aqui registrados, desejo a todos um feliz dia das Mães.
São os sinceros votos do Amigo Gilberto Leite e Família!


sábado, 7 de maio de 2016

Acidente Fatal na Ponte do Rio Cuaruauna

Tamiles e Alcimare - Vítimas
No inicio da tarde deste sábado dia 07 de maio de de 2016, um grave acidente envolvendo um carro e uma motocicleta vitimou fatalmente a Plaquense Alcimare Martins de Oliveira de 34 anos, e deixou gravemente ferida a jovem Tamiles Martins de Oliveira a sua filha.
Segundo as testemunhas do acidente, mãe e filha seguiam para o sitio da família em uma motocicleta honda pop 100, e na saída da ponte do rio curuauna foram atingidas por um Veículo SUV SsangYong Kyron com Placa de Fortaleza - Ceará,  que seguia em alta velocidade e já estava descontrolado quando atingiu as vítimas.
No carro vinham apenas duas pessoas, o condutor e o passageiro que fugiram do local em uma motocicleta que estava a beira do rio curuauna, sem prestar socorro às vítimas.
Local instantes após o acidente
A policia Militar conseguiu capturar os dois suspeitos que fugiam pela Transamazônica no sentido Placas Uruará, neste momento eles estão detidos na delegacia de Placas prestando depoimentos e devem responder por crime de omissão de socorro. Isso se forem realmente punidos, pois a impunidade é marca registrada nesse tipo de acidente no município de Placas e região da transamaônica.
O fato é que o Município de Placas perdeu mais uma pessoa de bem, uma mãe de família, e uma jovem no auge de sua adolescência está nesse momento lutando entre a vida e a morte.
Fica os mais sinceros sentimentos a toda a família enlutada. E a certeza que cada dia é um dia a mais e a menos em nossas vidas. Que deus conforte o coração da família enlutada, pois tenho certeza que é muito grande a dor e do sofrimento que estão passando nesse momento.
Omissão de Socorro
"Art. 304. "Deixar o condutor do veículo, na ocasião do acidente, de prestar imediato socorro à vítima, ou, não podendo fazê-lo diretamente, por justa causa, deixar de solicitar auxílio da autoridade pública. Penas – detenção de seis meses a um ano, ou multa, se o fato não constituir elemento de crime mais grave. Parágrafo único. Incide nas penas previstas neste artigo o condutor do veículo, ainda que a sua omissão seja suprida por terceiros ou que se trate de vítima com morte instantânea ou com ferimentos leves".
Assim, na hipótese de omissão de socorro, o condutor do veículo comete crime próprio, específico, salvo a ocorrência de infração ainda mais grave (CTB, art. 302, III; art. 303, parágrafo único; CP, art. 121, § 3º). Fica totalmente descartada a figura do art. 135 do Código Penal, por força do princípio da especialidade.

No caso do acidente de hoje tinha uma vítima fatal, mas os condutores deixaram para traz uma jovem gravemente ferida, e se importaram apenas em fugir do local para escapar da prisão em flagrante.