Pesquisar este blog

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Comissão de produtores da Transamazônica negociam pautas com Governo Federal


Após dois dias de negociações em Brasília junto ao Governo Federal e Após duas semanas de acampamento as margens da rodovia Transamazônica. Os 800 trabalhadores rurais conseguem dar andamento nas pautas de reivindicações levadas ao Governo, participaram da reunião os Placaenses João de Jesus Sousa (João PT) representante da Fetagri Pará, e Reginaldo dos Santos Soares representante do STTR de Placas, e outros representantes da sociedade Civil Organizada e FVPP, STTRS e ASSOCIAÇÕES, todos receberam o apoio da Contag, essa comissão de Agricultores e representantes dos produtores rurais conversou com a Secretaria Geral da Presidência da República, Ministério da Educação, Ministério de Minas e Energia, Ministério da Pesca, INCRA, CEPLAC, Ministério do Desenvolvimento Agrário, DNIT e Ministério das Comunicações, apresentaram as reivindicações e os representantes do Governo Federal se comprometeram e atender as seguintes demandas:


Infraestrutura

Sobre a licença indígena para a pavimentação da Transamazônica, trecho entre os municípios de Medicilândia/ Uruará e Repartimento/ Itupiranga, ficou acordado que ainda em 2015 os trabalhos começarão a ser executados. De acordo com o DNIT, as empresas já foram contratas, mas ainda depende da licença, ao menos parcial, da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) para que as obras comecem.

O DNIT também informou que está acontecendo a licitação para a construção da ponte sobre o Rio Xingu na região de Belo Monte do Pontal. A obra deverá ser concluída em três anos. Ainda de acordo com o órgão federal, 45 pontes ao longo da Br-230 deverão ser construídas. O edital para a contratação das empresas sai até Julho deste ano.

O Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) se comprometeu em viabilizar R$ 15 milhões de reais para recuperação de estradas e vicinais, além de agenda para visitar a região e averiguar de perto os problemas fundiários.

Quanto a questão da moradia rural relacionada ao Programa Nacional de Habitação Rural, o governo assumiu o compromisso de viabilizar três mil unidades habitacionais para a região. De imediato serão construídas 400 casas.

Já o Minha Casa Minha Vida Urbano, o governo irá analisar a proposta do movimento que pediu a inclusão de mil famílias atingidas pela barragem de Belo Monte como prioridade no programa. O governo reforçou que o orçamento para execução de 500 casas nos 11 munícipios da região será acertado em reunião do conselho de ministros em junho.

A coordenação nacional do programa Luz Para Todos confirmou a retomada do projeto na região. O programa beneficiará seis mil famílias e já estuda a possibilidade de executar mais seis mil novas ligações.

Educação

No eixo da educação, os produtores rurais protocolaram junto a Secretaria Geral da Presidência e ao Ministério da Educação, pedido para a criação da Universidade Federal do Xingu. Agora o documento será discutido entre os deputados da bancada do Pará. Sobre o curso de engenharia agronômica da UFPA/Campus Altamira, o MEC informou que está acompanhando o curso e ver a necessidade de um campo experimental para os acadêmicos. O projeto deve ser consolidado ainda este ano.

O Programa Nacional de Educação Técnica e o Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo também fizeram parte da pauta. Um Seminário Regional deve acontecer no mês de junho no eixo da Transamazônica para fazer o levantamento da demanda e aplicar recursos na educação do campo. O Ministério de Desenvolvimento Agrário prometeu verba para o edital de assistência técnica para a juventude Rural.

Regularização fundiária

A questão dos produtores rurais do km 27, 55 e 45 que estão em áreas que foram demarcadas pela FUNAI como terras indígenas foi debatida e uma nova reunião ficou definida para junho, em Altamira. A ideia é criar um grupo de trabalho para dar celeridade no processo. Os representantes do programa Terra Legal prometeram documentar os agricultores.

Na Cachoeira Seca o trabalho do senso ocupacional da área será retomado em junho e concluído até o fim do ano.

Concurso

O Incra sinalizou a abertura de um concurso público para reforçar o quadro de servidores da região. A comissão também protocolou o mesmo pedido a Ceplac.

Saneamento Básico de Altamira

A presidência da República assumiu o compromisso de reunir o Governo do Estado, a Prefeitura de Altamira e a Norte Energia para discutirem a questão do saneamento básico de Altamira. O governo negociará a instalação de hidrômetros e as ligações intradomiciliares no município.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Plenário aprova fim da reeleição para Executivo

Plenário aprova fim da reeleição para Executivo (Foto: Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil)
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 452 votos 19 a e 1 abstenção, o fim da reeleição para mandatos executivos (presidente da República, governadores e prefeitos), no âmbito da votação da proposta da reforma política (PEC 182/07).
O texto aprovado é o do relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que prevê uma transição. Ela não se aplicará aos governadores eleitos em 2014 e aos prefeitos eleitos em 2012, nem a quem os suceder ou substituir nos seis meses anteriores ao pleito subsequente, exceto se já tiverem exercido os mesmos cargos no período anterior.
A exceção para o cargo de presidente da República não cabe porque a presidente Dilma Rousseff, já reeleita, não poderá se candidatar novamente em 2018.
A medida tem que ser aprovada ainda em segundo turno e, após isso, segue para o Senado, onde também precisa do apoio mínimo de 60% dos parlamentares.
Se entrar em vigor, a medida valerá para os prefeitos eleitos em 2016 e para o presidente e governadores eleitos em 2018. Ou seja, quem se elegeu em 2012 e 2014 e não está cumprindo o segundo mandato consecutivo ainda pode tentar a reeleição em 2016 ou 2018.
Após a votação, a Ordem do Dia foi encerrada. Nesta quinta-feira (28), a partir das 12 horas, os deputados continuam a votar a reforma política por temas.
(Agência Câmara)

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Em derrota de Cunha, plenário da Câmara derruba distritão


O plenário da Câmara dos Deputados acaba de derrubar o sistema eleitoral onde os candidatos mais votados são eleitos, o distritão. Encampado pelo PMDB, o distritão teve 210 à favor, 267 contra e cinco abstenções. Os deputados estão votando agora o sistema distritão misto.

Eram necessários 308 votos à favor para aprovar o distritão. As surpresas da noite foram os posicionamentos em plenário do PSDB e do PCdoB.

O distritão era a proposta que entrou no relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), apresentado hoje. PMDB, PTB, DEM, PSC, Solidariedade, PP e até o PCdoB votaram à favor. PT, PRB, PSOL, PPS, PR, PSB, PDT, PSOL, PV orientaram o voto não. Durante a votação, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), principal fiador da proposta, deixava claro sua posição. "Não aprovar (o distritão) significa votar no modelo que existe", afirmou. Quem pregou a derrota ao distritão em plenário argumentou que o modelo torna as eleições mais caras, favorece o personalismo na política e agrava a crise de representação. "Vai acabar com os partidos políticos. Se fosse bom, teria sido adotado por vários países", lembrou o petista Alessandro Molon (PT-RJ), mencionando o Afeganistão como adotante do sistema. Em um apelo aos tucanos, que estavam rachados nesta votação, Molon citou Aécio Neves, que disse hoje que o distritão é o caminho mais rápido para o retrocesso. O discurso não sensibilizou os tucanos, que foram liberados a votar livremente, assim como o PSD e PROS. No caso do PSD, já havia um compromisso do ministro Gilberto Kassab (Cidades) firmado há 15 dias com Cunha de liberar a bancada.

"Somos contra esse detritão", afirmou na tribuna o líder do PSOL Chico Alencar (PSOL-RJ). "O distritão é retrocesso na política do Brasil", emendou o líder do PR, Maurício Quintella Lessa (AL).

O relator de plenário admitiu que o modelo não é o ideal, mas considerou que o sistema majoritário representaria um "um salto à frente" diante de um modelo eleitoral exaurido. "Não vamos entrar no discurso não tem no país A, não tem no país B", declarou. O deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) também pregou voto ao distritão e disse que é melhor uma reforma "Tiririca" do que uma reforma política que não traga os resultados demandados pela sociedade. "Essa será a reforma Tiririca: pior que está não fica", afirmou Heráclito.

Em nome do PMDB, o deputado Celso Pansera (RJ) disse que sistema político atual está desgastado e que essa era a "oportunidade de ouro" de promover as mudanças. "Todos acham que tem que mudar o sistema mas ninguém tem coragem de mudar. Nós do PMDB temos a coragem de conduzir esse processo de mudança", declarou.

fonte: Estadão Conteudo

terça-feira, 26 de maio de 2015

Polícia Civil recupera carros roubados na zona rural de Rurópolis




A Polícia Civil de Rurópolis, oeste paraense, deflagrou no último final de semana, a operação “Carretel”, visando combater os crimes de roubo e furto de veículos no município. Durante a operação, foram recuperados dois automóveis; um Fiat Palio de cor prata e placa DQS 6282, e um Chevrolet Montana de cor preta e placa OTS 4602. Em depoimento, os detentores dos veículos alegaram que teriam comprado os carros pelo valor de R$ 10.000,00, porém foi instaurado um inquérito policial para apurar melhor o crime de receptação.
De acordo com as investigações, constatou-se que a placa do veículo Palio é clonada, pertencendo a outro veículo com as mesmas características. Os documentos dos carros foram apreendidos e encaminhados para o Centro de Perícias Renato Chaves para serem submetidos a perícia técnica. Os legítimos proprietários dos veículos já foram identificados. Participaram da operação o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia do Município e os investigadores Hércules dos Santos e Sérgio Oliveira.

Polícia Civil divulga normas para as festa juninas



A Polícia Civil do Estado do Pará divulgou hoje (26) no Diário Oficial do Estado, a Portaria nº 054/2015, que trata das orientações sobre comemorações e eventos da quadra junina.

De acordo com o documento, as festas devem acontecer, improrrogavelmente, no período de 1º a 30 de junho, sendo que o responsável pela promoção de festas dançantes, e outros acontecimentos juninos deverá requerer, junto à Divisão de Polícia Administrativa (DPA), registro e vistoria do local onde será feito o evento, para fins de concessão de licença, três dias úteis antes da realização.

Nos eventos folclóricos, culturais e familiares somente será permitido o uso de som doméstico, sendo expressamente proibido o uso de aparelhagem sonora de qualquer porte, bem como a cobrança de ingresso.
Fonte: O Xingu

Primeiro dia de inscrições no Enem registra mais de 400 mil candidatos



Balanço divulgado na noite de ontem (25) pelo Ministério da Educação (MEC) mostra que 410 mil estudantes se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até as 19h. O período de inscrições começou e vai até o dia 5 de junho. O MEC espera que mais de 9 milhões de pessoas se candidatem para fazer o exame.

Os candidatos poderão se inscrever exclusivamente pela internet, no site do Enem. A taxa de inscrição custa R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios em todo o país.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso, basta que o interessado faça sua inscrição na página eletrônica do Enem. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano podem participar como treineiros ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

A nota das provas pode ser usada para o candidato participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que disponibiliza vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que garante vagas gratuitas em cursos técnicos. A participação no Enem é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil, obter bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras e certificação do ensino médio.

Estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas e participantes que declararem carência são isentos da taxa. Podem solicitar a isenção por carência aqueles que têm uma renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. As informações devem ser comprovadas. O participante deve acompanhar na página de inscrição se o pedido de isenção foi aceito.

É também ao fazer a inscrição que o participante pode solicitar atendimento especializado ou específico. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial.

Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho.

Site do Enem

sábado, 23 de maio de 2015

Faltará Energia Elétrica em vários Municípios da Transamazônica neste Domingo 24 de Maio

Segundo informações do Site da CELPA, deverá faltar energia neste domingo dia 24 de Maio na maioria dos municípios do Oeste do Pará das 10:30 até às 14:00 horas, segundo informações retiradas do site da concessionaria no link Desligamentos Programados, faltará energia nos municípios de Vitória do Xingu, Altamira, Brasil novo, Medicilandia, Uruará, Placas, Rurópolis e em uma parte do município de Santarém.
Vale a pena se prevenir para não ficar sem água, ou sem gelo, e utilizar logo utensílios elétricos tais como, forno elétrico, micro ondas, liquidificadores ou outros itens que utilizam energia elétrica, colocar bastante agua pra gelar e etc.
Estou avisando o Desligamento programado, mas sem muita confiança que ele irá realmente acontecer, a celpa bem que poderia deixar de desligar a energia para compensar os milhares de desligamentos não programados que temos todo ano.
Com ou sem energia desejo um bom domingo a todos e um excelente final de semana.
Abraços do amigo Gilberto leite.







quinta-feira, 14 de maio de 2015

ENTENDA COMO FUNCIONAM AS CÂMARAS TÉCNICAS DO CGDEX

Reunião da CT 08 Educação
Nesta quinta feira dia 14 de Maio de 2015, estão sendo realizadas reuniões das Câmaras Técnicas do Comitê Gestor do PDRSX, neste momento acompanho um acalorado debate na Câmara Técnica de Educação CT08, nesta reunião estão representantes do poder Público dos 11 municípios participantes, representantes da Sociedade Civil Organizada, representantes de Instituições de Ensino Superior e representantes do Ministério da Educação.
O Comitê Gestor do PDRS do Xingu (CGDEX) foi instalado em 3de junho de 2011 e, a partir daí, vem mantendo uma regularidade de funcionamento, realizando reuniões com frequência próxima a mensal. As reuniões do Comitê são precedidas por reuniões de suas Câmaras Técnicas (CT), as quais, normalmente, ocorrem na véspera da reunião do CGDEX.
O funcionamento do Comitê e de suas Câmaras é regulamentado por seu Regimento Interno e as reuniões destinam-se, precipuamente, a debater políticas públicas, subsidiar sua implementação e a definir projetos de desenvolvimento regional a serem financiados com os recursos indicados no Edital de Leilão nº 06/2009 da ANEEL.
As Câmaras Técnicas (CT) do Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (CGDEX), cuja criação está prevista no Regimento Interno, são responsáveis para subsidiar as decisões do Comitê, tanto em relação aos assuntos que compõem sua pauta, quanto para propor à Plenária a relação de projetos a serem apoiados. Por isso suas reuniões antecedem as do Comitê, o qual tem a competência para deliberar sobre as matérias por elas propostas.

As CT são compostas, à semelhança do Comitê, de forma paritária entre governos e sociedade, podendo participar delas membros do CGDEX e outros representantes de órgãos e entidades públicos e de organizações da sociedade com afinidade com as temáticas por elas trabalhadas. O CGDEX permitiu, assim, ampliar a participação de representações governamentais e da sociedade nos trabalhos das CT e,consequentemente, do Comitê.

A relação das Câmaras Técnicas do CGDEX aparece na sequência, podendo sua composição e trabalhos serem acessados no site: http://www.pdrsxingu.org.br/

CT-1 - Ordenamento territorial, regularização fundiária e gestão ambiental;
CT-2 - Infraestrutura para o desenvolvimento;
CT-3 - Fomento às atividades produtivas sustentáveis;
CT-4 - Inclusão social e cidadania;
CT-5 - Monitoramento e acompanhamento da implementação das condicionantes previstas no Licenciamento Ambiental do empreendimento Belo Monte;
CT-6 – Povos Indígenas e PopulaçõesTradicionais;
CT-7 – Saúde
CT-8 – Educação.
Representantes do Ministério da Educação e PM21

Secretários de Educação de onze municípios participam da Câmara Técnica de Educação


Poder Público, Sociedade Civil e Ministério da Educação debatem ações para 2015




Homem é encontrado morto e com marca de tiros no município de Placas

Vítima tinha 35 anos e foi encontrada em um ramal, na zona rural da cidade.

Suspeito do crime ainda não foi capturado. 

Um homem de 35 anos, foi encontrado morto na tarde de segunda-feira (11), na comunidade Fortaleza, zona rural do município de Placas, oeste do Pará. Segundo a Polícia Civil (PC), a vítima, identificada como José Daniel dos Santos Jorge, foi encontrada às margens de um ramal, com marcas de tiros pelo corpo.

O delegado da Polícia Civil de Mojuí do Campos, José Kleidson, que acompanhou o caso, informou que a causa da morte ainda é desconhecida. “Não sabemos a causa. O local onde aconteceu o crime é uma área isolada. Então a família suspeitava que era em uma comunidade chamada Macacos, em Mojuí, porém não tinha nada a ver com essa localidade”, explica.

A operação integrada envolveu também homens da Polícia Militar (PM), que se deslocaram até a comunidade Macacos na região da Santarém-Jabuti. Sem sucesso, a equipe seguiu para o município de Placas, onde foi constatado o homicídio.

O delegado informou ainda que o suspeito de ter cometido o crime estaria escondido em uma casa no bairro Matinha, em Santarém. Na madrugada desta terça-feira (12), a casa foi localizada e a polícia encontrou uma arma que supostamente teria sido utilizada no crime.
A polícia fez buscas em diferentes pontos do bairro, mas o suspeito não foi encontrado. “Estamos realizando buscas através do serviço de inteligência para tentar capturar o suspeito. Agora o caso será investigado pela Polícia Civil de Placas, a qual faremos encaminhamento”, conclui Kleidson.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Santarém, ainda na noite de segunda-feira, onde passou por exames de necropsia para atestar a causa da morte e em seguida liberado para a família realizar o sepultamento. O corpo está sendo velado em uma residência na comunidade Tabocal.
Do G1 Santarém.

 

Índios denunciam atraso em obras condicionantes de Belo Monte

Das 68 obras de postos de saúde e escolas, nenhuma foi entregue.
Norte Energia alega que investiu R$ 200 milhões em melhorias para aldeias.

Famílias indígenas reclamam de atraso nas obras nas casas de alvenaria. (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Famílias indígenas reclamam de atraso nas obras
nas casas de alvenaria. (Reprodução/TV Liberal)
 As aldeias do Xingu, no sudoeste do Pará, atingidas pelos impactos da usina de Belo Monte, enfrentam o atraso de obras previstas no licenciamento ambiental da Usina de Belo Monte, as chamadas obras condicionantes. Das 68 obras de postos de saúde e escolas, nenhuma foi entregue. Entre as mais esperadas, estão as novas casas prometidas para as tribos.
A suposta mitigação de impacto tem gerado mais impacto do que o próprio empreendimento"
Thaís Santi, procuradora da República.
No Xikrim, casas de alvenaria começaram a ser construídas, mas as obras ficaram pela metade. “Nós queremos a nossa casa construída, mas não tem como. O trabalho dentro da nossa aldeia não está como Norte Energia falou para gente”, diz Nanbu Kayapó, líder indígena.
Ema uma aldeia em Vitória do Xingu, vivem 27 famílias que aguardam a conclusão das obras das casas para se mudar, mas ainda não há previsão para que isso ocorra.
A construção dessas casas foi decidida através de um acordo entre os índios e a Norte Energia em fevereiro de 2014. Na época, o clima ficou tenso e um guerreiro kayapó chegou a encostar uma arma indígena no superintendente de assuntos indígenas da empresa.
“A revolta dos indígenas tem como contrapartida da Norte Energia o não cumprimento das ações condicionantes. A grande preocupação do Ministério Público Federal hoje é fazer com que os recursos de Belo Monte aplicados pela Norte Energia na suposta mitigação de impacto têm gerado mais impacto do que o próprio empreendimento”, critica Thaís Santi, procuradora da República.
Atrasos
A Norte Energia, responsável pela execução das obras de compensação aos índios reconhece o atraso no cronograma, mas garante que a empresa já aplicou mais de R$ 200 milhões em melhorias para as aldeias. “A questão dos atrasos é função de que toda obra feita em aldeia indígena passa por várias instâncias – Funai, Vigilância Sanitária, Secretaria de Educação Indígena -  e isso demanda tempo. Todas as obras estão contratadas e estão sendo liberadas”, explica José de Anchieta, diretor socioambiental da Norte Energia.
Além das casas de alvenaria, outras dezenas de obras estão previstas no licenciamento ambiental da Usina de Belo Monte, as chamadas condicionantes. Entre elas, a construção de 34 postos de saúde e 34 prédios escolares. Nenhuma delas foi entregue até o momento.
Nos últimos 3 anos, a execução dessas e de outras obras foram parar na justiça. O MPF já ingressou com mais de 20 ações.
Ainda segundo a Norte Energia, até agora já foram entregues 19 casas de farinha e 19 sistemas de saneamento básico nas aldeias. Foi reativada nesta quarta-feira (13), em Brasília, a subcomissão de acompanhamento das obras de Belo Monte no Senado. O grupo deve realizar visitas aos canteiros da hidrelétrica, mas as datas ainda não foram definidas.
Fonte: G1 PA

quarta-feira, 13 de maio de 2015

PDRSX reúne representantes de poder público e sociedade Civil organizada de 11 municípios em Altamira

Secretários de Educação; Marcelo Leal (Placas) e Antoniel (Brasil Novo)
Nesta Quarta Feira dia 12 de Maio de 2015, foi dado inicio a segunda reunião do Plano de
Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu - PDRSX, esta reunião iniciou às 14:00 horas desta quarta e segue até às 15:00 horas da Sexta feira dia 15 de Abril. Estou neste momento em Altamira - Pa acompanhando as reuniões das Câmaras Técnicas juntamente com o Secretário de Educação Marcelo Leal, que é Titular da Câmara Técnica de Educação.
Estive reunido nesta tarde com diretores e assessoria de imprensa do PDRSX, coletando informações e imagens para divulgar como funcionam as Câmaras Técnicas, e como é a atuação do Comitê Gestor que define os investimentos do PDRSX nos cinco municípios impactados diretamente e nos seis municípios Impactados indiretamente pela construção da UHE de Belo Monte.

Plenário da primeira reunião no dia 27 de Março de 2015
A primeira reunião do Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (CGDEX) no ano de 2015, foi realizada no dia 27 de março, em Altamira. Essa reunião teve como finalidade a apresentação do balanço das atividades, além da avaliação de dúvidas e sugestões recebidas ao longo da última reunião. Criado pelo artigo 2º do Decreto nº 7.340, de 2010, o Comitê é a instância responsável por monitorar a execução e a efetividade do PDRS do Xingu, bem como promover a sua revisão e atualização.

Na XXXIV Reunião Ordinária do CGDEX, realizada no auditório da Associação Comercial de Altamira (ACIAPA), o Governo Federal foi representado pelo coordenador da CT 1, Marcio Hirata, que substituiu o membro da Coordenação Geral do Comitê Gestor, Johaness Eck. Márcio relembrou os trabalhos desenvolvidos durante o ano de 2014 e citou os saldos positivos e os vários pontos fortes que foram alcançados e os que ficaram pendentes.  Reafirmou, também, os compromissos formalizados no ano passado e se prontificou a agilizar as pendências para um melhor andamento dos projetos do PDRSX.

Participantes da primeira reunião no dia 27 de Março de 2015
Após os pronunciamentos da representante do Governo Estadual, Maria Amélia Enriques, do representante da Sociedade Civil, João Batista e do representante dos municípios, prefeito Nilson Daniel, de Medicilândia, a plenária foi iniciada e cada Câmara Técnica fez uma avaliação geral das atividades e uma síntese do andamento dos trabalhos. Marcio Hirata destacou, ainda, que o Comitê Gestor pretende cumprir os principais  compromissos assumidos, como a definição do edital de projetos de 2015 no 1º semestre e o  Regimento Interno. “Serão discutidos e avaliados alguns pontos com as Câmaras Técnicas para consolidar e trazer consistência ao novo Regimento Interno, para que então poder ser aprovado na plenária”.

Ao final da Plenária, foram entregues equipamentos aos proponentes dos projetos de municípios como Vitória do Xingu, Placas, Brasil Novo e Altamira.
Fonte: http://www.pdrsxingu.org.br/


terça-feira, 12 de maio de 2015

Dois 'piratas' que atuam em rios do Pará são detidos

Um dos presos seria um dos principais assaltantes a barcos da região.Outro preso é suspeito de tentativa de latrocínio contra ribeirinho.

O Grupamento Fluvial de Segurança Pública prendeu dois homens suspeitos de envolvimento  em "pirataria fluvial", ocorridos nas regiões localizadas às margens dos rios no interior do Pará. Um dos suspeitos, Ercon Mendes Serra, foi preso no distrito de Icoaraci, em Belém, em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Segundo a polícia, ele é considerado um dos "piratas" que mais pratica assaltos a embarcações nas regiões do Marajó, Abaetetuba, Icoaraci e Mosqueiro.
Segundo o delegado Dilermando Dantas Junior, coordenador do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu), Ercon já foi indiciado em diversos inquéritos policiais, inclusive era foragido do Sistema Penitenciário do Pará, desde 17 de maio de 2012. A prisão foi realizada no momento em que o acusado tentava fugir, no barco-motor Dom Gabriel, de propriedade da mãe do preso, com destino à localidade de rio Guajará, em Cachoeira do Arari, na ilha do Marajó. Após ser preso pela equipe de policiais civis e militares do GFlu, o acusado foi conduzido para a sede da Delegacia de Polícia Fluvial para prestar depoimento.
Tentativa de latrocício contra ribeirinho
Ele foi interrogado e depois encaminhado para exame de lesão corporal no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. A ordem de prisão, segundo o delegado Arthur Braga, da DPFlu, foi expedida pela Vara de Crime Organizado de Belém. Ercon Serra é apontado como um dos suspeitos envolvidos no “arrastão” registrado em 28 de janeiro do ano passado, na região de Vigia de Nazaré, onde foram vítimas fatais dois pescadores. Ainda conforme o delegado, foi confirmada a participação do preso em outras ações criminosas a embarcações.
Ainda durante a operação policial do GFlu, em parceria com a equipe de policiais civis da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), de Cachoeira do Arari, foi localizado Rafael Vilhena dos Santos, suspeito de ter participado, juntamente com quatro comparsas, com armas de fogo, da tentativa de latrocínio contra o ribeirinho Laurentino Santos dos Santos. O crime se registrou na localidade rio Paraíso, zona rural de Cachoeira do Arari, na noite de 1º de maio deste ano.
O suspeito foi encontrado internado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, na Grande Belém. Na ocasião do crime, os bandidos ainda chegaram a trocar tiros com Laurentino, que estava armado, e que conseguiu balear Rafael, que foi socorrido pelos comparsas e levado ao Hospital, onde permanece internado com quadro de saúde estável. Rafael está com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça.
Fonte: G1 Pa

Bispo do Xingu diz que Governo federal é refém do agronegócio e anti-indígena

O presidente do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Dom Erwin Kräutler, faz um duro questionamento ao governo brasileiro sobre a situação dos povos indígenas e quilombolas. Durante a recente 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o bispo apresentou em relatório dados e informações que comprovam a omissão dos Três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – em relação aos direitos indígenas e disse que estamos vivendo "um dos piores momentos pós-Constituição de 1988”, no que diz respeito aos direitos territoriais dos povos originários.
Kräutler denuncia no informe a realidade de 305 povos indígenas que estão sendo tratados como "estrangeiros e invasores” de propriedades. Emendas constitucionais que propõem a revisão de terras indígenas já demarcadas, a exemplo da PEC 215/2000, favorecem também a bancada ruralista.
Esses projetos, divulgados como de "interesse nacional” ou "interesse comum”, na realidade, não gerariam o bem "comum” e sim o bem de alguns setores do mercado e da economia, como empreiteiras, mineradoras, usineiros e empresas de energia hidráulica e do agronegócio. Para o presidente do Cimi, o Poder Judiciário prolifera ações contra as demarcações de terras e a política do Poder Executivo é ficar refém do agronegócio, sendo por isso, "francamente, anti-indígena”.
De acordo com o bispo, existe uma percepção de que há excesso nas demarcações de terras indígenas e de que é preciso adotar providências no sentido de assegurar direitos de propriedade de terceiros. No entanto, a demora na demarcação das terras estaria estimulando a perseguição e a violência contra os índios.
Segundo o presidente, que também é bispo do Xingu, o governo federal não tem aceitado o diálogo com os líderes indígenas. Ele denuncia ainda que há um esvaziamento da Funai [Fundação Nacional do Índio], com a redução de verbas e do quadro de funcionários. "Existe dentro do próprio governo uma severa campanha contra a Funai”, afirma no documento.
O Cimi revela ainda que o primeiro mandato do Governo Dilma foi o menor em índice de demarcação de terras. A presidenta Dilma Rousseff homologou, em quatro anos, apenas 11 terras, um total de 2 milhões de hectares, a mais baixa desde os governos pós-ditadura militar. Em todo o ano de 2013, apenas uma terra foi homologada, a Terra Indígena Kayabi, no Pará.
De acordo com o relatório do Cimi "Violência contra os povos indígenas no Brasil”, de 2013, o estado do Rio Grande do Sul concentra o maior número de casos de omissão e morosidade na regularização de terras, com o registro de 20 ocorrências.
Quanto aos processos de demarcação, 13 processos se encontram engavetados no Ministério da Justiça, aguardando a assinatura de portarias declaratórias. Outros 18 processos de demarcação estão na mesa da presidenta Dilma, à espera da assinatura do decreto de homologação.
No ano passado, Dom Erwin Kräutler se reuniu com o Papa Francisco para discutir as violações aos direitos indígenas. Na ocasião, ele entregou um documento no qual denuncia a aliança do governo brasileiro com grupos privados, que têm interesse em revogar os direitos territoriais indígenas.
Dados do Cimi indicam que 519 empresas causam impactos em 437 terras pertencentes a 204 comunidades indígenas. Um exemplo é a construção da usina de Belo Monte, no Pará.
Autor: OXingu

Gordura no fígado: conheça o sintomas


Gordura no fígado: conheça o sintomas  (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
















A esteatose hepática é caracterizada por um acúmulo de gordura nas células do fígado, também chamada de infiltração gordurosa ou doença gordurosa do fígado e segundo médicos, a gordura no fígado não prejudica o corpo por si só. Porém, o acúmulo de tecido gorduroso pode levar a danos no fígado – incluindo inflamação e cicatrizes.
A gordura é fígado é muito comum e pode ser dividida em alcoólica (quando há abuso na ingestão de bebida alcoólica) ou não alcoólica (quando não existe história de ingestão de álcool significativa). A gordura no fígado ocorre quando você ingere mais gordura e calorias do que seu fígado pode processar. Como resultado, gorduras simples se acumulam nas células do fígado, deixando-o propenso a danos.
A razão mais comum para o desenvolvimento de gordura no fígado é a obesidade – a chance de indivíduos obesos desenvolverem a condição é 75% maior. Embora uma dieta gordurosa e ganho de peso possam ser os maiores culpados, diabetes (ou resistência a insulina), hiperlipidemia (muitos lipídios no sangue) e abuso de álcool podem aumentar as chances.
SINTOMAS MAIS COMUNS DE GORDURA NO FÍGADO:
Fadiga - Com a disfunção do órgão, o corpo irá tentar se proteger e compensar bombeando mais sangue para o órgão, o que frequentemente leva a fraqueza, confusão, julgamento prejudicado ou problemas de concentração, perda severa de energia e uma inabilidade repentina de participar de atividades sociais de que se gostava;
Obesidade - Segundo médicos, o excesso de peso irá aumentar seu risco de ter gordura no fígado em 75%. Além disso, os indivíduos mais propensos à condição são os de meia idade. Então, se você está acima do peso e passando dos 40 anos, é fundamental adotar uma dieta saudável e fazer exercícios regulares para eliminar células de gordura;
Icterícia - Sinal comum de doença hepática na qual são perceptíveis o amarelamento da pele e dos olhos. É causada quando a bile do fígado é bloqueada, o que causa elevações amareladas e que coçam na superfície da pele e ao redor das pálpebras;
Cor da Urina - Muitas vezes, se há desenvolvimento de icterícia, você também nota mudanças na cor da sua urina, que parece escura. As fezes também podem se tornar esbranquiçada ou com cor de cinzas, e emitindo um odor desagradável;
Mudanças na Pele -Além de mudanças na pele devido à icterícia, você pode notar a pele desigual e descoloração na área do pescoço (devido a glândulas inchadas) e embaixo dos braços, uma vez que a falha hepática se instala. Alterações adicionais na pele podem aparecer como vasos sanguíneos estourados no rosto, ou varicose no peito, costas e ombros. As mãos também podem ser afetadas, com as palmas se tornando vermelhas e as unhas ficando brancas com as pontas dos dedos maiores.
Dor Abdominal - Pode ser um dos sintomas de gordura no fígado. O desconforto no centro ou na porção superior direita do abdômen pode indicar também sangramento interno. Isso pode causar vômito com sangue, que ocorre se vasos sanguíneos no trato gastrointestinal se inflamam e rompem, e você também pode notar sangue nas fezes;
Abdômen Aumentado - A condição chamada Ascite ocorre devido a retenção de fluidos no abdômen e fígado, que caracteriza o estabelecimento de doença hepática severa. A ascite leva a um abdômen aumentado e duro, e um umbigo que parece empurrado para fora devido a retenção de líquidos. Ela também pode causar dificuldade de respiração devido a pressão severa nos órgãos internos;
Perda de Músculo - Pessoas com doença hepática avançada frequentemente desenvolvem perda de músculos, ou outra condição associada chamada Contratura de Dupuytren, na qual os tendões das mãos encolhem, os dedos se curvam e há tremores musculares (ou tremores incontroláveis);
Genética - É é um indicador de problemas futuros. Então se um pai ou avô biológico sofreu de doença hepática, filhos e netos desse indivíduo também serão afetados pela condição. No caso da doença hepática, estudos mostram que indivíduos podem ser propensos a obesidade ou alcoolismo, ou nascer com níveis baixos de enzimas do fígado, que estão envolvidas no metabolismo de gorduras;
Falta de Sintomas - Nem sempre os sintomas de gordura no fígado aparecem e a gordura no fígado é frequentemente chamada de uma assassina silenciosa – o que quer dizer que ela mostra poucos sintomas, particularmente nos estágios iniciais. Entretanto, se a doença continuar a avançar sem tratamento por vários anos, sem sinais, sintomas ou complicações enquanto a gordura se acumula, o fígado se tornará inflamado e com cicatrizes na superfície. 
(com informações dos sites Minha Vida e Boa Forma)

IRMÃOS MARLON E IURY SÃO TRANSFERIDOS PARA PRESIDIO EM ITAITUBA


POLÍCIA CIVIL TRANSFERE PARA PRESÍDIO OS IRMÃOS ASSALTANTES DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS


A Polícia Civil transferiu, na última sexta-feira, 08/05/2015, para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba, por determinação judicial os nacionais MARLON RIBEIRO DOS SANTOS, sem profissão definida e sem domicílio no município, natural de Mojuí dos Campos/Pa, nascido em 01/08/1990 e IURY FERNANDO DOS SANTOS, sem profissão definida e sem domicílio no município, natural da cidade de Altamira/PA., nascido em 28/01/1994, os quais se encontravam recolhidos na delegacia de Rurópolis, desde 11/04/2015, quando foram presos em flagrante delito por policiais militares por crimes de assaltos à mão armada aos postos de combustíveis da cidade, localizados ao longo da BR 230 e 163. O procedimento foi lavrado pelo delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho, titular da Delegacia, onde ficaram delimitadas autoria e participação de cada um dos irmãos nos crimes de roubos qualificados, bem como os indicativos de periculosidade e a necessidade de se preservar a ordem pública e a aplicação da lei. A Justiça homologou (manteve) o flagrante e determinou a prisão preventiva dos acusados, bem como sua transferência para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba, onde permanecerão aguardando julgamento. A escolta dos custodiados de Justiça foi realizada pelos Policiais Civis Hércules dos Santos Araújo e Sérgio Augusto Oliveira da Silva, na viatura da Polícia Civil.

“Parabenizo todos os policiais civis e militares, que atuaram de forma dinâmica e com maestria na repressão dos crimes de roubo no município e ao longo da Transamazônica”. Finalizou o delegado.
FONTE: SEM POLÊMICA

Monstruosidade - Bebê é encontrado morto dentro de saco plástico em lixão de Santarém

Catador do Lixão de Perema, diz ter encontrado criança por sorte.
Ainda não há pistas de quem tenha jogado o bebê no lixo.

bebê é encontrado em saco plástico no lixão de perema (Foto: Reprodução/TV Tapajós)bebê é encontrado em saco plástico no lixão de perema (Foto: Reprodução/TV Tapajós)
Um bebê foi encontrado morto dentro de um saco plástico no lixão de Perema, em Santarém, oeste do Pará, por volta das 13h desta segunda-feira (11). Os catadores que encontraram o corpo acreditam que ele não foi jogado diretamente no local. Para eles, o mais provável é que o bebê tenha sido descartado junto com o lixo do caminhão de coleta domiciliar.

O catador José Reginaldo Mota, que encontrou o bebê, diz que o ato aconteceu por sorte. “Eu fui catando aí quando eu puxei a sacola, rasguei, a perna da criança varou pra fora, aí o urubu beliscou. Com certeza isso foi de meio-dia pra cá, porque se fosse de noite já tava com mau cheiro, mas tava perfeitinha a criancinha. Foi sorte, pelo menos ela vai ter um enterro digno”, relatou.

A Polícia Militar esteve no local e encaminhou o corpo do bebê para o Instituto Médico Legal (IML), que passou por exame de necropsia. "O bebê é do sexo masculino e nasceu de parto normal. É um feto atermo, ou seja, de no mínimo 42 semanas, tinha umas lesões cranianas, talvez por compressão ou transporte e morreu por asfixia" afirmou o médico legista, Manoel Fernandes.
Ainda não há pistas de quem tenha cometido o crime e jogado a criança no lixo. Segundo o delegado de Polícia Civil, Jonivaldo Carneiro, um inquérito será aberto para investigar o caso. “Foi solicitada a remoção, foi encaminhada para o CPC e nós vamos instaurar um inquérito policial para investigar essa situação aí. O fato chegou ao nosso conhecimento através da Polícia Militar e foram tomadas as primeiras providências, que é a perícia”, revelou.
Do G1 Santarém com informações da TV Tapajós

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Belterra: MP pede proibição de uso de recursos em eventos festivos

Proibição vale até que pagamento dos servidores seja regularizado.
Ação foi ajuizada após comemorações de aniversário do município.

Belterra possue traços do período do ciclo da borracha (Foto: Lia Anjos/G1)Segundo MP, Belterra não está honrando
compromissos com órgão(Foto: Lia Anjos)
O Ministério Público do Estado em Santarém, oeste do Pará, pediu à justiça que determine ao município de Belterra, a não utilização de recursos públicos para custear eventos comemorativos na cidade enquanto os salários dos servidores públicos não forem regularizados.

Segundo o MP, o requerimento foi formulado após conhecimento das comemorações alusivas ao aniversário da cidade, no dia 4 de maio e consta nos autos da ação civil pública ajuizada em agosto de 2014, que tem como objeto a proteção dos direitos dos servidores públicos de Belterra que sofrem com o atraso nos salários.
A ação visa proibir as secretarias municipais de utilizar o dinheiro público para “custear/patrocinar/auxiliar eventos comemorativos, religiosos, culturais e afins, até a comprovação nos autos da regularização do pagamento dos servidores”.
De acordo com a promotora de justiça Maria Raimunda da Silva Tavares, o município não está honrando os compromissos, inclusive o Termo de Ajuste de Conduta celebrado com o MP, que não foi cumprido e encontra-se em fase de execução judicial.Do G1 Santarém

Manifestantes fecham a Rodovia Transamazônica em Medicilandia - Pa

Professores querem aprovação do PCCR. (Foto: Divulgação/PRF)
A rodovia Transamazônica BR 230 foi interditada na manhã desta Sexta feira dia 08 de maio de 2015, na altura do km 92. Professores da rede municipal com apoio de populares estão nesse momento ocupando a estrada federal com uma extensa pauta de reivindicações, entre as reivindicações eles pedem a retirada de um projeto de leis que circula no legislativo da cidade, que pretende reduzir o salário dos professores. , além de cobrar quebra-molas e iluminação no perímetro urbano da rodovia que corta a cidade de Medicilândia, melhorias na saúde e segurança pública.
A PRF já se encontra no local para garantir que ambulâncias possam passar o bloqueio e ainda a segurança dos manifestantes. A impressa regional também esta no local fazendo a cobertura.
Foto: Joel Laércio



terça-feira, 5 de maio de 2015

Morre Dom Vicente Zico, arcebispo emérito de Belém

Arcebispo emérito tinha 88 anos e apresentava problemas respiratórios.
O corpo está sendo velado na Catedral Metropolitana, de Belem.

Dom Vicente Zico participou da missa que antecedeu a romaria do domingo de Círio (Foto: Ingrid Bico/G1)
Mesmo após a renúncia Dom Vicente Zico (em pé) participava das celebrações do Círio de Nazaré(Foto: Ingrid Bico/G1)
Faleceu na tarde desta segunda-feira (4) o arcebispo emérito de Belém, Dom Vicente Zico. Ele apresentou dificuldades respiratórias após retornar de viagem de Belo Horizonte, onde foi visitar familiares. A informação foi confirmada pelo cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, que publicou nas redes sociais que "Dom Vicente Zico, arcebispo emérito de Belém, acabou de fazer sua Páscoa definitiva. Rezemos pela sua alma, o seu descanso eterno junto de Deus".
O velório de Dom Zico ocorre na Catedral Metropolitana, desde às 22h. A igreja realizará uma missa em homenagem ao arcebispo emérito na quarta-feira, às 15h. O corpo do arcebispo deverá ser sepultado na catedral.
A Prefeitura Municipal de Belém informou que Zenaldo Coutinho decretou luto oficial de três dias no município. Os órgãos da administração, que possuem dispositivos com bandeiras nas partes externas dos seus prédios, terão a bandeira de Belém hasteada a meio mastro.
Doença pulmonar
Dom Zico estava internado em um hospital particular e, mesmo com dificuldades respiratórias, manifestou o desejo de retornar para a residência episcopal no domingo (3). Segundo comunicado divulgado pelo arcebispo de Belém Dom Alberto Taveira para os sacerdotes da arquidiocese, o pedido de Dom Zico foi atendido após um parecer da equipe médica, que o liberou com a condição dele não receber visitas.
Dom Vicente Zico acompanha o Círio de Nazaré (Foto: Igor Mota / Jornal Amazônia Jornal)
Dom Vicente Zico acompanha o Círio de Nazaré
(Foto: Igor Mota / Jornal Amazônia Jornal)
Ao retornar para a residência episcopal, o arcebispo emérito apresentou melhora e conseguiu se alimentar normalmente, mas ainda apresentava problemas respiratórios, dependendo de oxigênio suplementar e do acompanhamento de uma equipe de enfermagem.
Trajetória
Dom Vicente Zico nasceu em 27 de janeiro de 1927 em Luz, Minas Gerais. Ele foi nomeado arcebispo coadjutor de Belém pelo papa João Paulo II em 1980, exercendo o cargo até 1990, quando sucedeu Dom Alberto Ramos por causa de sua aposentadoria aos 75 anos.
Dom Zico renunciou a arquidiocese em 2002. Sua renúncia foi aceita em 2004, quando foi nomeado arcebispo emérito. Dom Zico acompanhou o trabalho dos arcebispos Dom Orani João Tempesta, que o sucedeu na arquidiocese de Belém, e Dom Alberto Taveira, que ocupou o cargo após Dom Orani ser nomeado cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro.

"Os dons que Dom Vicente Zico recebeu de Deus serviram como canal da graça para tantas pessoas no decorrer de sua vida. Ele foi um autentico servidor do Evangelho de Jesus Cristo. Agradecemos a Deus pela sua vida e vocação, pelo seu sim e serviço à Igreja, como homem de Deus testemunhando, com alegria, a sua fé! Rezemos pelo seu descanso junto de Deus", comentou Dom Orani João Tempesta.
Do G1 PA

Santo Pereira se reuniu com funcionarios da Saúde em seu primeiro dia de Trabalho

Na noite da Segunda feira dia 04 de ABril de 2015, o Secretario de Saúde Santo Pereira em seu primeiro dia de trabalho reuniu os funcionários da Secretaria Municipal de Saúde na Câmara de Vereadores de Placas e pediu o apoio e a colaboração de todos para fazer o melhor para a Saúde do Povo Placaense.
Santo Pereira contou um pouco de sua história política, enfatizou a sua gestão como prefeito, lembrou de antigos parceiros, mas o principal ponto de seu discurso foi o pedido de colaboração a todos pela sua nova gestão, pois o mesmo citou que são os funcionários que estão na lida do dia a dia com os pacientes, e independente da gestão do Secretario é o atendimento no dia a dia que fará a diferença com a população.
Participaram também da reunião a Vereadora Maiara (DEM), o Vereador Leão (PMDB), o Secretario de Educação Marcelo Leal, o Secretario de Finanças Juvenildo Moura, a Secretaria de Administração Jaerlene Dias e o Chefe de Gabinete Marcione Rocha, todos foram dar apoio, desejar boa sorte ao Secretário Santo e incentivar a nova gestão.
O Secretario Marcelo Leal e o Vereador Leão participaram dando o apoio ao novo Secretário e garantiram também ao mesmo apoio incondicional da bancada de vereadores do PMDB que se reuniu na tarde da Segunda feira com a comissão provisória e todos por unanimidade declararam apoiar o nome de Santo Pereira para o cargo e desejaram boa sorte ao mesmo, e que juntamente com o Prefeito Leonir Hermes possam fazer o melhor pela Saúde do Povo Placaense.








segunda-feira, 4 de maio de 2015

Ex-prefeito Santo Pereira é o novo Secretario de Saúde de Placas

Secretario de Saúde Santo Pereira de Oliveira
Na manhã desta Segunda Feira dia 04 de Maio de 2015 o Prefeito de Placas Leonir Hermes (Democratas) através da portaria 016/2015 nomeou para assumir a pasta da Secretaria de Saúde o Ex-prefeito Santo Pereira de Oliveira (PT).
Entrevistei em primeira mão o novo Secretário de Saúde Santo Pereira. Veja como foi a entrevista;
Gilberto Leite: Que ações serão tomadas neste início de trabalho?
Santo Pereira: A primeira ação é entrar na Secretaria e conhecer os problemas internos da Secretaria, e conhecer a situação Administrativa da Secretaria, a partir daí vamos iniciar dando sequencia aos projetos já iniciados pela Ex-secretária Elzenir Pires.
Gilberto Leite: Quais são suas expectativas para este novo desafio? e quais as perspectivas de trabalho na Secretaria de Saúde?
Santo Pereira: A expectativa é que a Saúde de Placas, assim como a do Brasil e de todo o estado do Pará  é um desafio, nesses pequenos municípios sempre foi um desafio pra qualquer gestor, um desses principais desafios é a contratação de médicos, hoje para um profissional qualificado desses vir trabalhar em um município pequeno como Placas, ele vai cobrar em média de quarenta a cinquenta mil reais mensais, o que já compromete grande parte dos recursos investidos na saúde.
Gilberto Leite: O que fazer primeiro ao conhecer melhor a situação da Secretaria?
Santo Pereira: Eu preciso conhecer os recursos da Saúde, me atualizar disso, Saber dos problemas que me esperam e enfrenta-los, posso afirmar que sempre fui um homem movido a desafios, pois saí da roça para assumir a Prefeitura de Placas, e não tenho dúvida que sou um dos Prefeitos mais bem avaliados que já governou esse município, falo isso respeitando os demais colegas que assumiram essa pasta, mas deixei a minha marca, e tenho certeza do quanto ela foi positiva.
Gilberto leite: Nesse caso o povo pode ficar tranquilo e esperar um Secretário com Experiência certo?
Santo Pereira: O povo pode ficar tranquilo, pois conhecimento vasto em administração pública eu tenho, pois consegui gerenciar as pastas da Educação, Saúde, Agricultura, Infra estrutura e a pasta da Assistência Social, em parceria com os Secretários consegui acompanhar todas estas pastas que eram também gerenciadas por mim como prefeito.
Gilberto Leite: Qual será o ponto forte dessa nova Gestão da Saúde de Placas?
Santo Pereira: O dialogo sempre foi e será o meu ponto forte, e é com o diálogo que eu pretendo administrar a saúde, atuar juntamente com os funcionários dessa secretaria para fazer o melhor pela saúde do povo de Placas. Hoje tenho o apoio da maioria dos vereadores, apoio dos outros secretários do governo, e o apoio incondicional do Prefeito Leonir Hermes que garantiu que fará um tratamento diferenciado com a Saúde, pois além de contar com o recurso do FUS, teremos investimentos do FPM e do ICMS, que são recursos que podem ser aplicados na Saúde. Vou dar o melhor de mim e fazer o melhor pela saúde do povo Placaense.
Abaixo vai a portaria que nomeou o novo Secretário, e vamos desejar boa sorte e bom trabalho ao amigo Santo Pereira, que possa fazer o melhor pelo povo de Placas.


Termina hoje prazo para eleitor regularizar situação com Justiça Eleitoral



Termina nesta segunda-feira, 4, o prazo para que os eleitores brasileiros que deixaram de votar ou não justificaram a ausência nas últimas três eleições regularizarem a situação com a Justiça Eleitoral. Quem perder o prazo terá o título de eleitor cancelado automaticamente.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há 1.782.034 eleitores nessa situação. Desse total, somente 46.042 já tinham se regularizado até a última quarta-feira, 29. O TSE esclarece que a regra vale para quem deixou de votar ou não justificou a ausência nas três últimas eleições, sendo cada turno eleitoral considerado uma eleição.

Também são computadas faltas aos pleitos municipais, renovações de eleição e referendos. Não são contabilizados, no entanto, os pleitos que tiverem sido anulados por determinação da Justiça. Eleitores cujo voto é facultativo (menores de 18 anos, maiores de 70 anos, analfabetos e pessoas com deficiência) não entram na lista.

Para regularizar a situação, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral mais próximo de sua residência, portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa (se houver).

As relações com números de títulos passíveis de cancelamento podem ser consultadas nos cartórios eleitorais desde 25 de fevereiro e no portal do TSE (http://www.tse.jus.br), na coluna "Serviços ao eleitor" e no link "Situação Eleitoral". Caso não se regularizem, esses eleitores terão o título automaticamente cancelado entre os dias 19 e 21 de maio, como prevê a Resolução 23.419 do TSE.

Sem o título, o cidadão poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. Além disso, pode ter dificuldades para ser nomeado em concurso público, renovar matrícula em universidades públicas.